segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

“Acima das Nuvens”: As estrelas também têm problema


Jean Piter Miranda

Será que as estrelas de Hollywood têm problemas? E se têm, será que são como os nossos? Se você já se perguntou isso, você precisa assistir “Acima das Nuvens” ("Clouds of Sils Maria"). O filme tem como personagem central Maria Enders (Juliette Binoche), uma atriz famosa e bem sucedida, na casa dos 40 anos de idade. Ela se vê em meio a uma série de acontecimentos que a deixam perturbada.

Tudo começa quando Maria vai à Suíça para receber um prêmio em nome de Wilhelm Melchior, autor de “A Serpente de Maloja”, filme que deu fama à atriz há 20 anos. Ela planejava aproveitar a viagem para visitar o autor, a quem considera um grande amigo. No caminho, ela recebe a notícia de que ele acabou de morrer.

Por sorte, Maria tem a seu lado a leal assistente pessoal Valentine (Kristen Stewart). A atriz enfrenta também um divórcio, com separação de bens e outras dores de cabeça.


Em meio a tudo isso, Maria recebe o convite, de um diretor renomado, para atuar no teatro, em uma releitura de “A Serpente de Maloja”. Só que dessa vez, ela deverá interpretar Helena, uma personagem secundária, e não mais a jovem Sigrid. Esse papel por sinal é oferecido a Jo-Ann Ellis (Chloë Moretz), a estrela teen hollywoodiana do momento.

Maria entra em um conflito interno ao ter que se desprender da personagem que lhe deu fama. Ela tem que aceitar que já não é tão bela e jovem quanto foi um dia. Tem que dividir o palco com uma novata e não ser mais o centro das atenções. Cumprir compromissos profissionais, avaliar novas propostas de trabalho e buscar novos desafios na carreira. Isso sem falar no reencontro com uma paixão do passado que partiu seu coração.





“Acima das Nuvens” estreia nos cinemas brasileiros no dia 1º de janeiro de 2015.

Atuações brilhantes

Juliette Binoche dá vida a uma Maria complexa, centrada, segura profissionalmente, que tem problemas como todo mundo, mas que não se descontrola. Uma atriz que já não se deslumbra com o sucesso e com o assédio da imprensa. Ela busca desafios em sua carreira e sentido em seu trabalho. Quer desafios. Quer se superar. Uma estrela que não quer viver como estrela, mas que também precisa alimentar o seu próprio ego. Uma atuação e tanto!

Kristen Stewart é uma coadjuvante que rouba a cena em vários momentos. Um papel bem comum e sem glamour. Talvez por isso, ela tenha se sentido tão à vontade, por não precisar ser bonita e sexy. Ela segura bem os diálogos reflexivos com Maria, dando naturalidade às cenas. Uma prova que ela tem talento e pode crescer muito na carreira.

E o que para muitos não chega a ser surpresa é o brilhantismo de Chloë Moretz. Ela faz uma estrela teen com uma arrogância realista, que não a impede ser amada. Ela consegue ser sarcástica, cordial, deslumbrada e inconsequente ao mesmo tempo, fugindo do clichê de uma adolescente superficial de Hollywood. É, sem dúvida, uma das melhores interpretações de sua carreira.

Ficha técnica:
Direção: Olivier Assayas
Produção: CG Cinéma / CAB Productions / Pallas Film / Arte France Cinéma
Distribuição: California Filmes
Duração: 2h04
Gênero: Drama
País: Suíça, França, Alemanha
Classificação: 14 anos
Nota: 4,5 (0 a 5)

Tags: Acima das Nuvens; Juliette Binoche; Kristen Stewart; Chloë Moretz; Olivier Assayas; California Filmes; drama; Cinema no Escurinho