sexta-feira, 26 de agosto de 2016

"Águas Rasas", um bom suspense no estilo "Tubarão"

Blake Lively divide as cenas com uma fera de três metros de comprimento que a elegeu o prato do dia (Fotos: Sony Pictures/Divulgação)

Maristela Bretas

Uma boa interpretação de Blake Lively (de "A Incrível História de Adaline" e que também pode ser vista em "Café Society"), que confirma seu talento ao segurar praticamente sozinha o suspense "Águas Rasas" ("The Shallows"). O diretor Jaume Collet-Serra acertou também na fotografia e na escolha das locações, repletas de belas paisagens.

A história tem o enredo esperado, que chega a lembrar o clássico "Tubarão" (1975). Já se sabe que a bela médica surfista Nancy (Blake) corre grande perigo nas transparentes águas rasas de uma praia praticamente deserta. O vilão tem quase três metros e quer transformar a mocinha do filme em seu jantar do dia, não importando quanto terá que esperar.

O recurso do relógio no canto da tela marcando o tempo até o socorro de Nancy chegar antes do próximo ataque ou da maré subir ajuda a aumentar a tensão. "Águas Rasas" começa do fim, a partir da descoberta por um menino de uma câmera presa a um capacete jogado na areia da praia. Ao verificar a gravação descobre todo o terror vivido pelos surfistas que estavam no local, incluindo Nancy, causado pelo gigantesco tubarão, que não deveria estar ali.

Na história, a jovem médica foi conhecer a paradisíaca praia que era frequentada por sua mãe quando jovem. Por sinal, até agora estou sem saber o nome do local. A própria Nancy pergunta o nome por várias vezes, mas ninguém fala. Ao ficar sozinha, ela resolve dar o último mergulho antes de anoitecer quando é atacada pelo tubarão branco (clichê). 


Encurralada sobre um rochedo, a poucos metros de distância da praia, ela passa dois dias de sofrimento e perseguição. Ao mesmo tempo, assiste aterrorizada a fera fazendo mais vítimas.

"Águas Rasas" é um filme tenso e de muita ação, com boas cenas de ataques do tubarão assassino e da bela mocinha tentando sobreviver. Ele está sendo exibido em 12 salas de 11 shoppings de BH, Betim e Contagem, nas versões dublada e legendada.



Ficha técnica:
Direção: Jaume Collet-Serra
Produção: Columbia Pictures / Ombra Films
Distribuição: Sony Pictures
Duração: 1h27
Gêneros: Suspense / Terror  / Drama
País: EUA
Classificação: 14 anos
Nota: 4 (0 a 5)

Tags: #aguasrasas, #BlakeLively, #terror, #suspense, #tubarão, #ataque, #JaumeCollet-Serra, #SonyPictures, #ColumbiaPictures, #CinemanoEscurinho
=====