quarta-feira, 10 de agosto de 2016

"Perfeita é a Mãe!", uma comédia para quem tem filhos e quer fugir da rotina

Comédia dos mesmos roteiristas de "Se Beber Não Case!" é boa opção para dar uma parada na rotina estressante (Fotos: STX Entertainment /Divulgação)

Maristela Bretas

Imagine aquele dia quando tudo dá errado? O atraso para levar e buscar os filhos na escola, esquecer a reunião de trabalho e o lanche das crianças, cuidar do cachorro doente e de todas as obrigações de casa enquanto o marido está sempre ausente, a reunião com as chatas de plantão da associação de pais e mestres. De repente, a pessoa surta e percebe que precisa de um tempo para ela.

Pois essa é a história de "Perfeita é a Mãe!" ("Bad Moms"). Divertida, provocadora e muito perto da realidade de muitas mães, é uma comédia que deveria ser vista tanto por elas quanto pelos pais. Ambos possivelmente vão se identificar com muitas das situações mostradas.

O filme, que estreia nesta quinta-feira nos cinemas de BH, tem roteiro e direção da mesma dupla de "Se Beber, Não Case!". O longa-metragem é narrado por Amy Mitchell (Mila Kunis), a mãe que todos criticam por sempre se atrasar, apesar de dividir seu tempo entre o trabalho e a criação praticamente sozinha dos dois filhos adolescentes. E o que resta ainda tem de cumprir com as obrigações impostas pela Associação de Pais e Mestres, presidida pela milionária Gwendolyn James (Christina Applegate) que manda em tudo e em todos da comunidade.

Até que um dia Amy resolve jogar para o alto tudo o que lhe causa estresse e curtir a vida. Essa decisão atrai outras duas mães, também insatisfeitas com suas rotinas diárias. Kiki (Kristen Bell) tem três filhos pequenos e um marido que só sabe dar ordens. Já Carla Dunkler (ótima interpretação de Kathryn Hann) é divorciada, quase uma ninfomaníaca e mãe de um filho adolescente que só pensa em futebol.

O trio passa a fazer mil loucuras, o que chama a atenção das demais mães da escola de seus filhos e a incomodar Gwendolyn e suas "assessoras" Vicky (Annie Mumolo) e Stacy (Jada Pinkett Smith). Entre brigas de casais, crianças chorando ou reclamando, farra o supermercado, Amy acaba descobrindo que pode amar de novo e que ela e as amigas conseguem ter sua liberdade de volta sem serem mães ruins (como indica o título em inglês). Ao final, depoimentos muito interessantes.

Com diálogos engraçados, principalmente quando Kiki e Carla tentam ensinar Amy a se vestir para a balada, "Perfeita é a Mãe!" é uma boa opção para se assistir à tarde, com pipoca e refrigerante, sozinha ou com amigas que queiram "dar um perdido" nas obrigações diárias.



Ficha técnica:
Direção e roteiro: Jon Lucas e Scott Moore
Produção: Block Productions
Distribuição: Diamond Films
Duração: 1h38
Gênero: Comédia
País: EUA
Classificação: 12 anos
Nota: 3 (0 a 5)

Tags: #perfeitaeamae, #MilaKunis, #KristenBell, #KathrynHahn, #ChristinaApplegate, #JadaPinkettSmith, #JonLucas, #ScottMoore, #comédia, #DiamondFilms, #CinemanoEscurinho