quinta-feira, 17 de abril de 2014

"Copa de Elite", uma comédia fraca feita por famosos

Marcos Veras e Julia Rabello nos papéis principais de "Copa de Elite" (Fotos: Fox Filmes do Brasil)

Maristela Bretas

Basta os produtores colocarem "jovens comediantes" de sucesso na internet e na TV nos papéis principais de um filme que ele cai nas graças dos jovens. É o caso de "Copa de Elite", que estreou nesta quinta-feira (17) nos cinemas e tem atraído esta faixa de público

No elenco, famosos do Youtube como Julia Rabello e Marcos Veras, do "Porta nos Fundos", e o apresentador do programa "Agora é Tarde", Rafinha Bastos. Para piorar, P R E P A R A! Tem até Anitta interpretando uma repórter de TV. Oh profissão desrespeitada!

E não para por aí: Bento Ribeiro (ex-MTV), faz o papel do médium Chico Xavier, Thammy Miranda (filha de Gretchen), é um presidiário (ela até ficou engraçada no papel), o canastrão Alexandre Frota como a mãe de Jorge Capitão, interpretado por Veras, e o também apresentador de TV, Bruno de Luca. E a moçada ainda acredita que a produção é boa. Ouvi vários adolescentes na faixa de 14 a 17 anos, na saída do cinema elogiando o filme.

Como comédia, "Copa de Elite" passa longe. O filme é fraco, com alusões sem graça a várias cenas e personagens de outras produções nacionais como "Tropa de Elite", "Se Eu Fosse Você", "Bruna Surfistinha", "A Mulher Invisível" e "De Pernas Para o Ar". Não convence mesmo.Veja o trailer abaixo.



O filme conta a história de faz Jorge Capitão, alusão ao capitão Nascimento, de "Tropa de Elite" que comanda o Bop (não está errado, é sem o "E" mesmo). Ele cai em desgraça ao salvar o artilheiro da Argentina de um sequestro às vésperas da final da Copa do Mundo contra o Brasil.

Além de tentar provar sua inocência, Capitão precisa salvar o papa durante o jogo no Rio de Janeiro. 
Nesse trabalho ele conta com a ajuda de Bia Capitão vai contar com a ajuda de Alpinistinha (interpretada por Rabello), na luta contra o vilão Renê Rodrigues, papel de Rafinha Bastos, que insiste em piadas de baixo nível (para não dizer pior).

As aparições do grupo Molejo são alguns dos bons momentos engraçados, assim como uma ou outra tirada de Jorge Capitão. No mais, dinheiro de ingresso jogado fora, com tantos filmes melhores nos cinemas.

Ficha técnica:
Direção: Vitor Brandt 
Produção: Glaz Entretenimento
Distribuição: Fox Filmes do Brasil
Duração: 1h39
Gênero: Comédia
País: Brasil
Classificação: 14 anos
Nota: 2 (0 a 5)

Tags: Copa de Elite, Marcos Veras, Julia Rabello, Rafinha Bastos, Fox Filmes do Brasil, comédia