terça-feira, 5 de maio de 2015

"Para o que der e vier" se perde entre comédia e drama

Steve e Ben são amigos de infância unidos principalmente pela falta de responsabilidade (Fotos: Paris Filmes/Divulgação)

Maristela Bretas


Uma história boba, que não define se é uma comédia ou um drama, com artistas que parecem não muito convencidos de seus papéis. Se esta era a proposta de "Para o que Der e Vier" ("Are You Here"), comédia em cartaz nos cinemas, então o diretor acertou em cheio. É bem fraquinha, apesar de ter em seu elenco Owen Wilson, Zach Galifianakis e Amy Poehler.

Wilson faz as mesmas caras e bocas de outros personagens ao interpretar Steve Dallas, um apresentador de um programa de meteorologia que só pensa em fumar maconha aos quilos e transar com a primeira que aparece. Para fugir das responsabilidades, ele conta com o fiel amigo de infância e enlouquecido Ben Baker (Galifianakis), com quem divide "tapas e fungadas" diários.


Piadas sem graça, muita chapação até que o pai de Baker morre e deixa toda a fortuna e os negócios para ele. Isso desperta a ira da irmã Terri (Poehler), que sempre foi a certinha e bem-sucedida. 

O doidão irresponsável e seu amigo ainda terão de dividir as obrigações da herança (além do tesão) com a bonita madrasta hippie de Baker, Angela (Laura Ramsey), que tem a mesma idade deles. E dá-lhe chapação. E o pior: de alucinado que não pensa duas vezes em ficar pelado, o herdeiro passa a caretão de camisa abotoada, colocando em risco a amizade com Dallas.



Enfim, o filme começa do nada e vai para coisa alguma, com um final tão sem sentido quando o enredo, apesar do roteiro e direção serem de Matthew Weiner, vencedor de nove Emmys pelas séries "The Sopranos" e "Mad Men". O filme esté em cartaz nas salas 4, do Shopping Del Rey, e 10, do BH Shopping.

Ficha técnica:
Direção e roteiro: Matthew Weiner
Distribuição: Paris Filmes
Duração: 1h52
Gênero: Comédia/Drama
País: EUA
Classificação: 16 anos
Nota: 2,0 (0 a 5)

Tags: Para o que der e vier; Owen Wilson; Zach Galifianakis; Amy Poehler; Matthew Weiner; drama; comédia; Matthew Weiner; Cinema no Escurinho