quinta-feira, 15 de setembro de 2016

"Cães de Guerra" trata com ironia o esquema mundial de venda de armas

Comédia é baseada em fatos reais e conta com a dupla Jonah Hill e Miles Teller no elenco principal (Fotos: Warner Bros. Pictures/Divulgação)

 Maristela Bretas


Há momentos em que você acredita que "Cães de Guerra" ("War Dogs") é uma comédia séria, com Jonah Hill cheirando todas e repetindo um estilo que há tempos adotou em seus filmes, do gordinho que quer ser "o cara" fazendo piadinhas para americano rir. Já Miles Teller está muito bem e segue de leve a linha cômica, mas garantindo melhor a parte dramática.


E é assim que a dupla consegue fazer um filme ágil que explora algumas mazelas do tráfico de armas internacional, em que os pequenos sem cacife entram para disputar com os graúdos, muitas vezes sem saber o risco que estão correndo. 

Hill é sarcástico e reforça com humor negro uma postura arrogante do americano. E não tem escrúpulos em envolver o amigo honesto, que se empolga com o dinheiro não tão fácil da indústria armamentista.


Baseado em fatos reais, o filme conta a história de dois amigos do tempo de escola - o massagista David Packouz (Teller) e o golpista comerciante de armas Efraim Diveroli (Hill) que se encontram 20 anos depois. Apertado com a contas e com a namorada grávida (Ana de Armas, em papel fraco), David se deixa levar pelos negócios ilegais de Efraim e se envolve com a venda de armas para o governo dos EUA e para os inimigos.


O que antes eram apenas migalhas deixadas para trás por outros comerciantes, para David e Efraim acaba se transformando numa grande jogada e a dupla conquista um contrato de US$ 300 milhões em armas a serem enviadas ao Afeganistão. Isso acaba atraindo o interesse de traficantes internacionais, entre eles, Henry Girard (com pouca mas ótima participação de Bradley Cooper).


O diretor Todd Phillips reúne vários de seus colaboradores da trilogia “Se Beber, Não Case!”, incluindo o diretor de fotografia Lawrence Sher, o designer de produção Bill Brzeski e o editor Jeff Groth. A trilha sonora é de Cliff Martinez (“Drive”, “Traffic: Ninguém Sai Limpo”) e conta com sucessos de Creedence, Aerosmith, Pitbull e 50 Cent.



Boa distração, "Cães de Guerra" é uma comédia dramática que vale a pipoca e o ingresso. O filme está em exibição nas salas 2 do Diamond Mall (sessões 15h40, 17h05 e 21h) e 8 do Pátio Savassi (19h e 21h30).



Ficha técnica:
Direção, produção e roteiro: Todd Phillips
Produção: Green Hat Films / The Mark Gordon Company
Distribuição: Warner Bros. Pictures
Duração: 1h55
Gêneros: Comédia / Drama / Guerra
País: EUA
Classificação: 16 anos
Nota: 3 (0 a 5)

Tags; #caesdeguerra, #MilesTeller, #JonahHill, #BradleyCooper, #AnadeArmas, #ToddPhillips, #comediadramatica, #traficodearmas, #guerra, #WarnerBrosPictures, #CinemanoEscurinho