domingo, 25 de junho de 2017

"Meus 15 Anos" é comédia musical para adolescente com clichês, mas sem apelação

Larissa Manoela estreia como protagonista e conquista público com simpatia e interpretação (Fotos: Paris Filmes/Divulgação)

Maristela Bretas


Livremente inspirado no livro homônimo, de Luiza Trigo, "Meus 15 anos" apresenta a atriz teen Larissa Manoela em seu primeiro papel como protagonista, após três produções para jovens - "O Palhaço" (2011), Carrossel - O Filme (2015) e Carrossel 2 - O Sumiço de Maria Joaquina (2016), este último já mostrando o potencial da atriz. E a jovem dá conta do recado e segura o filme com uma boa interpretação.

Menina dos olhos do SBT e Televisa, Larissa Manoela ganha destaque com esta produção ao interpretar Bia, uma garota de 14 anos que vive com o pai viúvo, só tem um amigo e todos na escola a acham esquisita. O enredo lembra alguns filmes atuais sobre adolescentes ao tratar de bullying, jovens que são isolados por colegas, brincadeiras e situações humilhantes.

Na escola, Bia tem apenas Bruno (Daniel Botelho, muito bem no papel) como amigo e com quem forma uma dupla musical - ele tocando atabaque e violão e ela compondo e tocando Ukulelê. Mais uma motivo para serem a piada entre os colegas. Para piorar, o pai dela, Edu (o comediante Rafael Infante) trabalha num shopping e cada dia aparece na escola para buscá-la vestido com uma fantasia diferente (e mais esquisita).

Bia insiste que só quer ser invisível, mas no fundo sonha em se enturmar com os colegas. E a situação surge quando Edu inscreve a filha num concurso que dará uma festa de 15 anos à ganhadora. Claro que ela ganha, já que é a protagonista, e Bia será Cinderela por uma noite, com direito a príncipe e Anitta cantando no baile.

Como não poderia deixar de ser ela vira o centro das atenções da escola e todos querem se tornar seus amigos para ganharem um convite. Até mesmo Thiago (Bruno Peixoto), o garoto mais cobiçado pelas meninas, o que acaba despertando ciúmes em Bruno (que tem uma paixão platônica por Bia). Sem ter como escapar da situação criada pelo pai, a jovem terá de vencer seus medos, viver novas experiências, inclusive do amor, e aprender a crescer.

O filme é recheado de clichês, com momentos de inveja, falsas amizades mas também reforça bons valores, como família. O carinho e o cuidado de Edu com a filha e a amizade sincera entre Bia e Bruno, que nunca abandona a amiga, mesmo quando é desprezado por ela.

Larissa Manoela é o destaque da produção e se esforçou para desempenhar um bom papel. Aprendeu inclusive a tocar ukelelê. A atriz passa uma imagem simpática, canta, dança e interpreta uma Bia muito segura do que quer em alguns momentos e também a de uma ingênua sonhadora, como as garotas de sua idade. Clique aqui para ver o depoimento do elenco sobre o filme.

Já parte do elenco juvenil de "Meus 15 anos" não é tão expressivo, o que colaborou para que Larissa aparecesse ainda mais. A cantora Anitta faz uma ponta, no papel dela mesma, dando inclusive conselhos musicais para Bia. Os momentos engraçados ficam por conta de Polly Marinho, como a promoter da festa, e Victor Meyniel, seu assistente Joseph Charles.

Sem grandes pretensões mas com muitas mensagens incentivadoras e clichês do início ao fim, "Meus 15 Anos" é uma comédia romântica musical feita para a faixa de 10 a 15 anos. A trilha sonora confirma isso, usando sucessos internacionais (como "A Thousand Years", de "A Saga Crepúsculo: Amanhecer – Parte 2") e nacionais interpretados por Anitta, a própria Larissa Manoela, Clarice Falcão e até Claudinho e Buchecha com "Fico Assim Sem Você". Quem for ao cinema deve assistir "Meus 15 Anos" como uma distração saudável, sem a apelação de muitas produções atuais. Um filme para a família, com direito a valsa de debutante e muito brilho.



Ficha técnica:
Direção: Caroline Fioratti
Produção: Paris Entretenimento / Televisa / SBT
Distribuição: Downtown Filmes / Paris Filmes
Duração: 1h30
Gêneros: Comédia / Romance / Musical
País: Brasil
Classificação: 10 anos
Nota: 3 (0 a 5)

Tags: #Meus15anos #LarissaManoela #RafaelInfante #Anitta #DanielBotelho #CarolineFioratti #comedia #romance #musical #DowntownFilmes #ParisFilmes #Televisa #SBT #CinemanoEscurinho