quinta-feira, 8 de março de 2018

"Encantados", uma história de misticismo e beleza contada com o coração

A pajé Zeneida Lima é interpretada na adolescência pela atriz Carolina Oliveira no novo filme de Tizuka Yamasaki (Fotos: Divulgação)

Maristela Bretas


Difícil dizer o que é mais especial na nova produção de Tizuka Yamasaki - a fotografia, a beleza da Floresta Amazônica, o tom poético da narrativa, o enredo baseado numa história real ou tudo isso junto. "Encantados" é uma poesia de imagens, romance e magia que toca o coração e leva às lágrimas. É como se o verde da grande floresta corresse nas veias da pajé Zeneida Lima, autora do livro "O Mundo Místico dos Caruanas da Ilha do Marajó" e que também participa da produção.

"Encantados" é o 12º longa-metragem da carreira de Tizuka Yamasaki e como em outras produções da diretora trata da força da mulher. E escolheu o dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher para fazer sua estreia. Uma data mais que apropriada para apresentar a história real da pajé paraense Zeneida Lima, que enfrentou os pais e a sociedade para seguir seu dom espiritual e levar adiante seus ideais de defesa da natureza. Ela é a fundadora da Instituição Caruanas do Marajó Cultura e Ecologia, que oferece um programa educacional para atender crianças da periferia da região.

A verdadeira pajé Zeneida Lima
O cenário não poderia ser mais belo - a Floresta e o Rio Amazonas, com seus animais, plantas, a força da pororoca e, principalmente, os misticismo das histórias criadas pelos indígenas da região. A maior parte do filme é ilustrada desta forma e encanta o mais cético dos expectadores. Tizuka fez uma livre adaptação da história da pajé Zeneida, focando num momento de transição da menina para a adolescente, em que seus dons para curar com elementos da natureza se afloram em meio a um turbilhão de sentimentos e questionamentos característicos dessa fase da vida, além da descoberta do primeiro amor.

Interpretada com graça e competência pela jovem Carolina Oliveira, Zeneida é a mais velha de nove irmãos, que moram com a mãe Zezé (Letícia Sabatella) e com Cotinha (Dira Paes), uma cabocla, filha de criação da família, em Belém (PA). O pai dela e dos irmãos é o advogado Angelino (José Mayer), amante de Zezé, que manda toda a família para a fazenda dele na Ilha de Marajó, para que sua vida clandestina não prejudique a carreira política.

Zeneida parte de Belém a contragosto, mas é na ilha que a adolescente irá descobrir sua verdadeira vida. E se apaixonar por Antônio (Thiago Martins), um ser da natureza, um encantado, que somente a jovem enxerga e por isso é considerada louca por todos. Para ajudar a resolver seus conflitos e desenvolver suas habilidades de pajé, Zeneida vai contar com a orientação de mestre Mundico (Ângelo Antônio) e de Cotinha, a única na casa que a entende.

Prêmios

"Encantados" foi premiado na 38ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, como melhor filme brasileiro na categoria Festival da Juventude, em 2014, e abriu o Brazilian Film Festival of Miami, em 2016. Tizuka também conquistou o prêmio de melhor diretora no 31º Festival de Cinema de Trieste, na Itália, em 2016 pela harmonia da obra. Estes e todos os outros prêmios que venha a conquistar são muito merecidos. "Encantados" é lindo, envolvente e mágico, mas ao mesmo tempo forte como Zeneida e a fúria das águas do Amazonas. Vale a pena conferir.



Ficha técnica:
Direção: Tizuka Yamasaki
Produção: Globo Filmes / Scena Filmes
Distribuição: Riofilme
Duração: 1h18
Gêneros: Drama / Nacional / Biografia / Fantasia
País: Brasil
Classificação: 12 anos
Nota: 4 (0 a 5)

Tags: #Encantados, #TizukaYamasaki, #pajeZeneidaLima, #CarolinaOliveira, #ThiagoMartins, #LeticiaSabatella, #AngeloAntonio, #DiraPaes, #JoseMayer, #biografia, #drama, #MundoMisticodosCaruanasdaIlhadoMarajo, #CinemanoEscurinho