sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Do tempo em que viajar com a família era diversão pura, sem tecnologia

Férias na praia para garotada significa muita farra e novas amizades (Fotos Imovision/Divulgação)

Maristela Bretas


Assistir ao filme "As Férias do Pequeno Nicolau" ("Les Vacances du Petit Nicolas") me fez lembrar a infância, viajando com meus pais, irmãs, tios e primos. Não tinha farofa nem frango, mas sanduiche e suco. Os destinos, como bons mineiros, eram Cabo Frio e Guarapari.


O filme francês, uma continuação de "O Pequeno Nicolau" (2010), remete a uma época em que o interessante era brincar na areia e no mar e aprontar muito. A tecnologia mais avançada era o rádio e a TV, que ficavam desinteressantes diante de tantas coisas a fazer com os amigos.




O fim das aulas e a expectativa das férias - litoral ou montanha. Essa era a rotina de todo ano do jovem Nicolau (Mathéo Boisselier), que sempre esperava a decisão dos pais (Valérie Lemercier e Kad Merad) sobre o destino. Para sua sorte, a praia foi a escolha que ele tanto desejava. 


E as férias prometiam ser de grandes aventuras e brincadeiras. E também da descoberta do primeiro amor. Mas nem tudo estava perfeito. Pelo menos para o pai de Nicolau, que teria de levar a sogra (Dominique Lavanant) junto.

Mas isso não vai tirar a graça da farra de conhecer novos e divertidos amigos, fazer (e desmanchar) castelos de areia, jogar bola, nadar, olhar as mulheres de biquíni, se envolver em confusões e até conhecer uma garota muito especial. Tudo isso sem precisar de um tablet ou celular. Diversão pura, que poucas crianças de hoje conhecem ou sabem aproveitar.



Então, desligue o celular e vá conferir "As Férias do Pequeno Nicolau", uma boa opção para a família nestas férias, com pipoca e refrigerante. 

E no final, cai bem um sorvete e um bate-papo dos pais contando para a meninada como suas travessuras na infância.

Ficha técnica
Diretor: Laurent Tirard
Distribuição: Imovision
Duração: 1h37
Gênero: Comédia/Família
Classificação: Livre
País: França
Nota: 3,5 (0 a 5)

Tags: As Férias do Pequeno Nicolau; Imovision; Laurent Tirard; comédia; família; Cinema no Escurinho