Seguidores

domingo, 21 de setembro de 2014

Na linha aventura juvenil, "Maze Runner - Correr ou Morrer" agrada a todas as idades

Grupo de jovens precisa sobreviver e tentar escapar de um gigantesco labirinto (Fotos: Fox Filmes/Divulgação)

Maristela Bretas

Poderia ser apenas mais um filme de aventura futurista, voltado para adolescentes, como a série "Percy Jackson", "Divergente" ou "Jogos Vorazes". Ele inclusive é baseado no primeiro livro da série juvenil do escritor James Dashner.




Mas "Maze Runner - Correr ou Morrer", do diretor Wes Ball, vai além e apresenta uma trama que leva a muitos caminhos e um final inesperado, que faz a gente querer ler o segundo livro - "Prova de Fogo". Ou ver a sequência, prevista para estrear em setembro de 2015.

A história se passa dentro de uma fortaleza. Thomas (Dylan O’Brien) acorda sem memória, preso no interior de um gigantesco labirinto com um grupo de adolescentes também desmemoriados. 

Cada um tem uma função específica dentro da comunidade, chefiados por Alby (Aml Ameen). Mas um deles, Gally (Will Pouter), não aceita quando Thomas começa a exercer influência sobre os demais habitantes da colônia para que tentem fugir. 

Após um tempo, Thomas passa a ter estranhos sonhos sobre uma misteriosa organização conhecida como C.R.U.E.L. A chegada de Teresa (Kaya Scodelario), única mulher no grupo, aumenta as visões do jovem que vão ajudá-lo a encontrar uma forma de vencer as temíveis criaturas que habitam as saídas. E escapar do lugar, juntamente com seus amigos.


Como todo filme adaptado, ele segue o enredo principal, deixando de fora alguns detalhes que alguns leitores poderão reclamar. Mas nada que comprometa a ideia original. É garantia de boa diversão do início ao fim.

Ficha técnica:
Direção: Wes Ball
Distribuição: Fox Filmes
Duração: 1h54
Gênero: Aventura/Ficção
País: EUA
Classificação: 14 anos
Nota: 4,0 (0 a 5)


Tags: Maze Runner - Correr ou Morrer; Wes Ball; Dylan O'Brien; aventura; Fox Filmes; Cinema no Escurinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário