sábado, 19 de setembro de 2015

"Maze Runner - Prova de Fogo" é adrenalina do início ao fim

Depois do labirinto, o grupo de sobreviventes terá de enfrentar um deserto de onde ninguém escapa (Fotos: Fox Films/Divulgação)

Maristela Bretas


Os fãs da série "Maze Runner" aguardavam ansiosamente a estreia de "Prova de Fogo", adaptação não tão fiel do segundo livro da coleção literária escrita por James Dashner. Mas o diretor Wes Ball acertou a mão nas locações e nos efeitos especiais, assim como no primeiro. Só que este está ainda melhor e voltado tanto para o público juvenil quanto adulto.

Se em "Maze Runner - Correr ou Morrer" (2014) a história se passa o tempo todo dentro de um mortífero labirinto criado pela misteriosa organização C.R.U.E.L., em "Maze Runner - Prova de Fogo" ("Maze Runner: The Scorch Trials") os cenários são variados e ainda mais perigosos. Aventura, ação e suspense do início ao fim. A história é retomada a partir da retirada de Thomas (Dylan O'Brien) e seus amigos sobreviventes do labirinto por uma equipe de resgate. Eles são levados para uma base militar, mas são surpreendidos por uma reviravolta em suas vidas. E se unem a novos sobreviventes para tentar uma fuga.

Como a própria chamada do filme, o labirinto foi só o começo. E esta continuação não deixa por menos. Thomas, Minho (Ki Hong Lee), Teresa (Kaya Scodelario), Newt (Thomas Brodie-Sangster) e outros novos integrantes terão de atravessar o deserto, enfrentar de criaturas mutantes chamadas Cranks que se alimentam de seres vivos, mercenários drogados, rebeldes contrários à C.R.U.E.L.. Além de Ava Paige (Patricia Clarkson, que não convence muito como vilã), a chefona da organização que precisa do sangue dos jovens para suas experiências. A única saída do grupo é encontrar um misterioso rebelde conhecido como "Braço Direito", que ajuda crianças e jovens a escapar de Paige.




"Prova de Fogo" é bem conduzido, ótimos efeitos especiais e o elenco jovem se garante em seus papéis, principalmente Dylan O'Brien, que está mais maduro e seguro como Thomas. Outro destaque é Rosa Salazar, que entra nesta segunda fase como a rebelde Brenda, e Jacob Lofland, que faz o jovem Aris Jones, primeiro a entrar na base militar. Os dois vão se unir ao grupo dos sobreviventes.

Vale a pena ver. Para quem não conhece a saga, recomendo ver o primeiro filme para entender a história, pois este é uma continuação, anunciando o terceiro como desfecho da saga , com Thomas jurando vingança contra os integrantes da C.R.U.E.L.. Que venha o próximo - "A Cura Mortal" ("The Death Cure") - , cuja história vai se passar um ano depois do que ocorreu em "Prova de Fogo". A previsão de estreia no Brasil é fevereiro de 2017. Uma grande batalha é esperada.

"Maze Runner - Prova de Fogo" pode ser visto em 22 salas de 14 cinemas de BH, Contagem e Betim, nas versões dublada e legendada, em 2D e 3D.

Ficha técnica:
Direção: Wes Ball
Distribuição: Fox Films
Duração: 2h13
Gênero: Ação. Ficção / Aventura
País: EUA
Classificação: 14 anos
Nota: 4 (0 a 5)

Tags: "Maze Runner - Prova de Fogo"; Dylan O'Brien; Kaya Scodelario; Thomas Brodie-Sangster; Ki Hong Lee; Rosa Salazar; Wes Ball; aventura; ação; ficção; Fox Films; Cinema no Escurinho