quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

História fraca é a desvantagem de "O Lobo do Deserto" na disputa do Oscar 2016

Filme conquistou a estatueta do Bafta de Melhor Filme de Língua Estrangeira (Fotos: Paris Filmes/Divulgação)

Maristela Bretas


Disputando a estatueta do Oscar 2016 de Melhor Filme Estrangeiro com o forte candidato "Filho de Saul", a produção jordaniana "O Lobo do Deserto" ("Theeb") já conquistou prêmios na Mostra Internazionale D'Arte Cinematografica de Veneza e venceu o Bafta como Melhor Filme de Língua Estrangeira. Mas não deverá representar um grande risco ao drama húngaro, que está mais bem cotado pela crítica especializada.

A história é previsível, com boas locações, mas nada muito diferente. E foca na aventura de Theeb, interpretado com muita categoria pelo jovem ator Jacir Eid Al-Hwietat. Ele sim é o destaque, ao conseguir transmitir alegria, tristeza ou desejo de vingança em um simples olhar.

Ambientado na Primeira Guerra Mundial, o filme mostra o jovem que passa a ter contato com situações totalmente novas em sua rotina na tribo beduína, ao mesmo tempo em que se diverte com o irmão mais velho, Hussein (vivido pelo ator Hussein Salameh).

Na história, Hussein é designado para acompanhar um militar britânico e seu acompanhante a um poço num local extremamente perigoso do deserto, cheio de ladrões. Theeb resolve segui-los para não se separar do irmão, mas desconhece os perigos que irá enfrentar. 

A história não tem muita novidade e se resolveria em uma hora, não fosse atuação de Jacir Eid. Ao longo da jornada o menino irá passar por uma grande transformação , de criança criada e protegida pelo irmão e pela tribo a um jovem amadurecido na marra para conseguir sobreviver à violência do deserto e dos homens.

O diretor Naji Abu Nowar tentou ser o mais fiel possível à realidade dos povos da região. Mas foi difícil assistir a maior parte do filme com as moscas entrando na boca e nas feridas dos atores. Uma "gastura", necessária, mas que incomoda.


O filme está em exibição nas salas 2 do Ponteio Lar Shopping, com sessões às 14h20, 16h35 e 18h50 e na 3 do Belas Artes, sessões às 19h40 e 21h40.

Ficha técnica:
Direção: Naji Abu Nowar
Distribuição: Paris Filmes
Duração: 1h40
Gêneros: Aventura / Drama / Suspense
Países: Jordânia / Emirados Árabes / Reino Unido / Qatar
Classificação: 14 anos
Nota: 3 (0 a 5)

Tags: #Olobododeserto, #Theeb, #Jordania, #NajiAbuNowar, #JacirEidAl-Hwietat, #aventura, #drama, #ParisFilmes, #CinemanoEscurinho, #TudoBH