segunda-feira, 15 de maio de 2017

"Antes Que Eu Vá" é drama adolescente déjà-vu com bela fotografia

 
Zoey Deutch entrega uma boa interpretação da jovem que tem uma segunda chance para mudar sua vida (Fotos: Paris Filmes / Divulgação)

Maristela Bretas


Baseado no best-seller homônimo de 2010 escrito por Lauren Oliver, "Antes Que Eu Vá" ("Before I Fall") é um drama de adolescentes (apesar dos atores serem maiores de idade) que estão terminando o High Scholl e com todas as características que vêm dominando atualmente alguns filmes do gênero: festinhas com menores bebendo muito, bullying, amizades de fachada, filhos perturbados de pais separados, suicídio, amores platônicos e sexo sem compromisso. Quase um "Os 13 Porquês" ("13 Reason's Why"). Só que não.

"Antes Que Eu Vá" inicia desta forma, para em seguida a diretora Ry Russo-Young juntar tudo e adotar o estilo "e se você tivesse uma segunda chance de mudar tudo sua vida antes de morrer". A partir nesse ponto, o filme se assemelha a "Antes que Termine o Dia" (2004), com Jennifer Love Hewitt e Paul Nicholls. Até mesmo o nome da jovem é Samantha, como a protagonista da produção passada.

Se no filme de 2004 é o namorado quem tem uma segunda chance, neste é a jovem, Samantha Kingston (Zoey Deutch) que vai precisar passar a limpo seus erros e tentar ajudar os amigos a consertarem os seus antes da noite fatal. A interpretação da protagonista Zoey Deutch é muito boa e conduz a produção como esperado, além de ter um sorriso e olhos que cativam o público.

O restante do elenco também convence entrega atuações convincentes, principalmente Halston Sage (como a amiga Lindsay) e Jennifer Beals, que poderia ter sido mais bem aproveitada no papel da mãe de Sam. A diretora pisa na bola com Elena Kampouris, que faz muito bem a jovem Juliet Sykes. Apresenta uma imagem estereotipada de aluna perturbada, com longos cabelos louros desgrenhados, cara de psicopata, isolada e criticada por todos e de tendências suicidas. Parece até personagem de filmes de terror do tipo "O Chamado" (2002) ou "O Grito" (2004).

No filme, Samantha é uma linda jovem classe média alta, com as vantagens de seu padrão de vida, tem o namorado mais cobiçado da escola, é querida por colegas e desejada por outros rapazes. Aquele 12 de fevereiro deveria ser apenas mais um dia de sua vida perfeita. Mas ela chega a um final abrupto e repentino, num acidente de carro com suas três melhores amigas. Algo estranho então acontece e ela passa a reviver aquela sexta-feira por diversas vezes. Como uma segunda chance para mudar algumas coisas em sua vida, inclusive seu destino, e desvendar o mistério que envolve sua morte.

A história não apresenta novidades, mas "Antes Que Eu Vá" tem uma bela fotografia, com cenários bem escolhidos a dedo, principalmente dos locais onde foram feitos os trajetos de carro pela região montanhosa. Também a trilha sonora é muito boa e completa o clima necessário. Apesar da semelhança com outros filmes do gênero e alguns clichês como era esperado, a produção vale como uma distração numa sessão da tarde.



Ficha técnica:
Direção: Ry Russo-Young
Produção: Jon Shestack Productions
Distribuição: Paris Filmes
Duração: 1h38
Gênero: Drama
País: EUA
Classificação: 14 anos
Nota: 3 (0 a 5)

Tags: #AntesQueEuVa #BeforeIFall #ZoeyDeutch #JenniferBeals #RyRusso-Young #drama #ParisFilmes #CinemanoEscurinho