quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

"Motorrad" é um terror nacional sangrento, de violência brutal

Thriller nacional foi eleito "Melhor Filme" no Rio Fantastik Festival de 2017 (Fotos: Filmland Internacional/Divulgação)

Maristela Bretas


"Motorrad" é um filme nacional de ação, perseguição e morte, com personagens criados pelo quadrinista Danilo Beyruth, atual colaborador da DC Comics. Apesar de ser uma boa produção, a aposta nos movimentos rápidos e no ronco dos motores das motos, com câmeras acopladas aos atores e veículos, deixa o filme um pouco confuso e cansativo. O terror é constante e a violência brutal e crescente até chegar a um final sem pé nem cabeça que não leva a lugar algum. Tudo isso acontecendo num ambiente de pouca cor, apesar de se passar em boa maior parte do tempo em campo aberto.

O barulho excessivo das motos e as cenas de perseguição eram intenção do diretor para causar maior impacto, contrastando com as belas paisagens da Serra da Canastra, em Minas Gerais, onde o filme foi feito. O lado estético de "Motorrad" foi muito bem trabalhado, mas a extrema violência torna a produção indicada apenas àqueles que gostam muito do gênero. 

Sobre o enredo, começa do nada e vai para lugar algum, não se sabe se é um filme de terror com motoqueiros assassinos e alienígenas, o porquê de as mortes acontecerem, quem são essas pessoas que vão surgindo no desenrolar da história. As dúvidas são muitas, mas as explicações ficam por conta da criatividade do público.

O elenco é formado por oito personagens identificáveis: Emílio Dantas (Ricardo), Guilherme Prates (Hugo, irmão mais novo de Ricardo), Carla Salle (como Paula a motoqueira misteriosa), Juliana Lohmann (Bia), Pablo Sanábio (Tomás), Rodrigo Vidigal (Rafa) e Alex Nader (Maurício), além de Jayme Del Cueto, no papel do homem do ferro velho. Já a quadrilha assassina não tem rosto e passa o tempo todo de capacete. Você vai sair do cinema sem saber quem são os integrantes.

O longa conta a história de um grupo de motocross que se aventura por uma trilha desconhecida na Serra da Canastra. No caminho encontra uma motoqueira misteriosa que os convida a fazer uma trilha mais eletrizante onde ficam as melhores cachoeiras. O grupo só não contava que passaria a ser caçado por motoqueiros sádicos e sobrenaturais.

Curiosidade

"Motorrad" foi o único representante brasileiro no Festival Internacional de Cinema de Toronto de 2017 e eleito "Melhor Filme" no Rio Fantastik Festival do ano passado. Segundo o diretor Vicente Amorim rodar na Serra da Canastra exigiu uma logística incrível de produção por causa da dificuldade de acesso - somente veículos 4x4 conseguiam chegar até os locais de filmagem, e eram quase duas horas de deslocamento. Mas ao final, após meses de gravação e montagem, quase todas as cenas do roteiro foram usadas. Como ele mesmo disse, "Motorrad" é um thriller. "Terror e ação sem concessões".



Ficha técnica:
Direção: Vicente Amorim
Produção: Filmland Internacional / República Pureza Filmes / LG Tubaldini Jr.
Distribuição: Warner Bros. Pictures
Duração: 1h32
Gêneros: Terror / Suspense
País: Brasil
Classificação: 16 anos
Nota: 3 (0 a 5)

Tags: #Motorrad, #VicenteAmorim, #EmilioDantas, #LGTubaldiniJr, #FilmlandInternacional, #terror, #suspense, #WarnerBrosPictures, #espaçoz, #cinemas.cineart, #cinemanoescurinho