sexta-feira, 23 de março de 2018

A sutileza e a previsibilidade de "Por Trás dos Seus Olhos"

Filme explora a relação possessiva e de dependência entre Blake Lively e Jason Clarke (Fotos: Mars Films/Divulgação)

Wallace Graciano


O contraste é belo. Te expõe aos mais diversos mundos ainda não habitados e revela as histórias mais densas de forma sutil. E é nessa conta que Marc Forster nos traz "Por Trás dos Seus Olhos" ("All I See Is You"), que tenta levar em camadas as nuances que envolvem um relacionamento com a vida de uma pessoa que enfrenta uma limitação física.

Nesse caso, Forster conta a história de Gina, interpretada por Blake Lively (de "Águas Rasas" - 2016, "A Incrível História de Adaline" - 2015 e a série de TV "Gossip Girl"), uma mulher cega desde a infância após um acidente traumático que, além da visão, lhe tirou os pais. Ela busca energias em uma vida desvitalizada pelo seu marido James (Jason Clarke, de “A Maldição da Casa Winchester” - 2018 e "Evereste" - 2015), um homem que a tirou das paisagens paradisíacas do mediterrâneo espanhol para levá-la à bucólica Bangcoc, na Tailândia.

Envolto em um relacionamento de dependência, James se mostra extremamente compreensível com as limitações da esposa. Porém, essa paciência esconde um conformismo de alguém que não vive grandes aventuras e sofre com a decepção de não conseguir dar a ela um primogênito, seu grande sonho. Ao mesmo tempo, Gina busca reações sensoriais para tentar aproveitar o pouco que a vida lhe dá – aqui fica um parêntese para os recursos utilizados por Forster para nos levar ao mundo da protagonista.

A vida dos dois, entretanto, vira ao avesso quando Gina consegue um transplante de córnea. A partir desse momento, o diretor abusa das câmeras em primeira pessoa para estender a narrativa pelo ponto de vista da protagonista, evidenciando a prisão que ela se encontra. Explorando o sensorial, ele nos transporta para cada nova relação que Gina tem com cores e sua visão do olho direito, recuperada com a cirurgia.

Porém, como o filme é um grande contraste, seu ritmo intenso e arrebatador do início se transforma em um plot twist previsível, onde se vê James retraído com as descobertas de sua esposa, que se mostra sufocada pela impossibilidade de tê-lo a cada descoberta.

A sutileza em contar cada detalhe da vida de Gina e nos transportar a eles é digno de aplausos, mas "Por Trás dos Seus Olhos" merecia um roteiro melhor elaborado, que não fosse tão carregado de clichês e previsibilidade.


Ficha técnica:
Direção, roteiro e produção: Marc Forster
Produção: Sc Entertainment
Distribuição: Paris Filmes
Duração: 1h50
Gêneros: Drama / Suspense
Países: EUA / Tailândia
Classificação: 14 anos
Nota: 3 (0 a 5)

Tags: #PorTrasDosSeusOlhos, #Blake Lively, #JasonClarke, #MarcForster, #drama, #suspense, #ParisFilmes, #espaçoz, #cinemas.cineart, #CinemanoEscurinho