quarta-feira, 2 de setembro de 2015

"Homem Irracional" é mais uma obra do sempre desconcertante Woody Allen

Joaquin Phoenix interpreta um professor com problemas emocionais que se envolve com duas mulheres de uma pequena cidade (Fotos: Imagem Filmes/Divulgação)

Mirtes Helena Scalioni 


Está no dicionário: irracional significa "oposto à razão" ou "que não raciocina". Pois é nisso que se transforma o professor de Filosofia Abe Lucas, vivido por Joaquin Phoenix em "Homem Irracional" ("Irrational Man"). Angustiado, deprimido, desanimado e com um passado até certo ponto misterioso e trágico, ele chega para lecionar em uma pequena cidade dos Estados Unidos. E só reacende seu desejo de viver quando encontra motivo na irracionalidade: decide cometer o crime perfeito para fazer justiça com as próprias mãos ao escutar a conversa de uma mesa vizinha numa lanchonete.

Repleto de citações de Kant, Simone de Beauvoir, Hannah Arendt e Dostoiévski, o filme,  dirigido pelo sempre surpreendente Woody Allen, tem um quê de policial na sua trama. Muito bem interpretado por um Joaquin Phoenix acima do peso - e portando uma barraguinha de homem maduro sem vaidade -, até encontrar um motivo para continuar vivendo, o professor Abe se reveza sem nenhum entusiasmo entre a cama de Rita, colega descolada vivida por Parker Posey, e a paixão de Jill, aluna inteligente feita por Emma Stone. Ambas caem de amores por aquele intelectual sombrio e decadente.

Houve quem encontrasse alguma semelhança entre  "Match-Point" e "Homem Irracional" , já que ambos tratam, em algum momento, do destino, da intuição, da sorte, do acaso, da força do imponderável na vida das pessoas. Pode ser. Até porque ambos, de alguma forma, também falam da possibilidade do crime perfeito, de ética, culpa e moral. Tanto um quanto o outro são impactantes. E fazem o espectador continuar acreditando no talento desconcertante de Woody Allen. 




"Homem Irracional" está em exibição em cinco salas nos shoppings Boulevard, Diamond Mall, Pátio Savassi e Ponteio Lar Shopping, em versões legendadas, com duração de 1h34. Classificação: 14 anos

Tags: "Homem Irracional"; Woody_Allen; Joaquin_Phoenix; Emma_Stone; Parker_Pousey; drama; Imagem_Filmes; Cinema_no_Escurinho