sexta-feira, 11 de dezembro de 2020

Espaço do Conhecimento UFMG lança hoje o documentário "Inconfidências" sobre a mineração nas Gerais

Produção será disponibilizada no Youtube e em breve exibida no Planetário do Museu (Reprodução/Espaço do Conhecimento UFMG)
 

 Maristela Bretas

 
Sob a direção do professor Maurício Gino, da Escola de Belas Artes, e produção da equipe de Audiovisual do Espaço do Conhecimento UFMG, será lançado nesta sexta-feira (11), no canal de Youtube, o documentário "Inconfidências". O filme propõe uma reflexão sobre a atividade mineradora no Estado de Minas Gerais e seus impactos ao longo dos anos.

Por causa da pandemia de Covid-19, o lançamento do documentário será disponibilizado a partir das 18h30, como parte da comemoração virtual dos dez anos do Espaço do Conhecimento UFMG, que se encerra no dia 12 de dezembro. A programação completa está disponível em https://www.ufmg.br/espacodoconhecimento/acontece/10anos/

Foto: Valéria Amorim

A partir das 19h30 haverá uma roda de conversa sobre o filme com a participação dos seguintes convidados: professoras Cláudia Mayorga, Pró-Reitora de Extensão da UFMG e Sara del Carmen Rojo de la Rosa (FALE/UFMG); professor Fabrício Fernandino, diretor do Centro Cultural UFMG, e Paulo Henrique Silva, jornalista, crítico de cinema e ex-presidente da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine). A mediação ficará a cargo do professor André Mintz (EBA/UFMG). 
 
O filme e a roda de conversa estarão disponíveis no canal do Espaço do Conhecimento UFMG no Youtube pelo link www.youtube.com/espacoufmg.

A produção

 

Sobre a parte técnica, o diretor Maurício Gino explica que para a produção de algumas imagens de "Inconfidências" foi usada uma lente olho de peixe, que dão o formato arredondado ao vídeo. As demais foram feitas com câmera 360 e objetivas normais. Como na sequência de fotos de Bento Rodrigues e Paracatu de Baixo.
 
 
Foto: Valéria Amorim

O vídeo contou com a colaboração da fotógrafa Valéria Amorim que acompanhou por anos o desastre da Samarco e cedeu as fotos de seu trabalho. A equipe de Audiovisual do Espaço do Conhecimento UFMG fez a adaptação para fulldome. De acordo com o diretor, a escolha desse formato foi para que o filme seja veiculado em telas hemisféricas como a do Planetário do Espaço do Conhecimento UFMG.

Com o distanciamento social imposto pela pandemia de Covid-19, o vídeo precisou ser adaptado para a mídia plana. "Assumimos a deformidade da imagem, necessária ao planetário, mas por outro lado pudemos trabalhar com a textura da tela plana e inserimos uma janela com interpretação em Libras, o que não tem na versão do planetário", explicou Maurício Gino.
 


A produção começou no segundo semestre de 2019 com a gravação dos depoimentos dos entrevistados. O cronograma previa a gravação das imagens de cobertura de diversas localidades do Estado em janeiro e fevereiro de 2020, com o lançamento do vídeo no final de março. As fortes chuvas no início do ano atrasaram as expedições. 
 
Mas foi a pandemia que mais dificultou a produção, adiando a estreia no planetário neste ano. "Por outro lado, foi um desafio para que pudéssemos editar com as imagens que tínhamos em mãos e nos instigou a pensar em alternativas ao lançamento do filme no planetário, que está fechado em decorrência das medidas sanitárias. Essa versão para qual pensamos o filme será lançada quando possível, e contribui para a imersão do espectador não apenas no tema do documentário, como também nas diversas paisagens representadas”, concluiu o diretor.
 

O vídeo contou com o apoio do Sindicato dos Professores de Universidades Federais (APUBH-UFMG), por meio do Edital Arte e Cultura, e foi produzido no Espaço do Conhecimento UFMG para veiculação no Planetário do Museu.
 


Tags: #Inconfidencias, #EspaçoConhecimentoUFMG, #mineração, #MinasGerais, #BentoRodrigues, #planetário, #ValériaAmorim, #MauricioGino, #EscolaDeBelasArtesUFMG, @cinemanoescurinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário