domingo, 13 de julho de 2014

Para os amantes do terror, recomendo "O Espelho"

Maristela Bretas

A categoria "terror" não é das minhas preferidas. O último filme que assisti e gostei pela boa produção foi "Mama", exibido em 2013. 

Agora tive a oportunidade de ver "O Espelho" ("Oculus"), em cartaz nos cinemas de BH, e achei muito bom. Acredito que o longa possa agradar àqueles que querem sair dos filmes água com açúcar, muita porrada ou excesso de efeitos especiais com pouca história.

"O Espelho" conta a história dos irmãos Tim (Brenton Thwaites, de "Malévola") e Kaylie Russell (Karen Gillan, de "Doctor Who") que sofreram um grande trauma na infância com a morte dos pais. Depois disso, Tim passa internado numa clínica, enquanto Kaylie segue sua vida, mas mantendo a obsessão de se vingar daquilo que destruiu sua família.



Ao deixar a clínica, ele não quer mais ouvir falar do passado. Mas a irmã o envolve num plano para acabar com um ser sobrenatural que habita o espelho que pertenceu à família e seria o responsável pelas mortes dos pais.


O suspense cresce a cada cena, com o diretor Mike Flanagan criando situações em que presente e passado se misturam de tal forma que dão a impressão de ser um só. 

Os dois protagonistas conduzem bem a trama, principalmente Karen Gillan. No elenco estão ainda Katee Sackhoff e Rory Cochrane (das séries de TV "CSI" e "CSI Miami", respectivamente), que interpretam os pais dos jovens. 

Não espere muitos pulos na cadeira, mas as cenas de suspense valem a pena.

Ficha técnica:
Direção: Mike Flanagan
Distribuição: Playarte Pictures
Duração: 1h44
Gênero: Terror
País: EUA
Classificação: 16 anos
Nota: 3,5 (0 a 5)

Tags: O Espelho; Oculus; Karen Gillan; terror; suspense; Playarte Pictures; Cinema no Escurinho