quinta-feira, 24 de julho de 2014

"Sem Evidências" deixa a sensação de que faltou alguma coisa

Três mortos, três acusados e nenhuma prova concreta - esta é a história de"Sem Evidências" (Fotos: Paris Filmes/Divulgação)

Maristela Bretas

Era de se esperar que o filme "Sem Evidências" ("The Devil's Knot"), com menos de duas horas não conseguisse deixar tão clara toda a trama de um dos crimes mais intrigantes ocorrido nos Estados Unidos. Anteriormente, a trilogia "Paradise Lost", com mais de seis horas de duração e um documentário independente com os próprios acusados já haviam explorado bem o assunto. 



Mas o diretor Atom Egoyan conseguiu segurar, dentro do possível, o filme, que estreia nesta quinta-feira nos cinemas de BH. Ficam, no entanto, muitas dúvidas, que podem fazer o espectador procurar mais informações na Internet. 


Reese Whiterspoon está desperdiçada e com uma atuação apagada como mãe de uma das vítimas. Dá a impressão que sua escolha para o papel foi só para atrair público.

O caso é envolvente, emocionou o país e deu origem ao livro “The Devil's Knot: The True Story of the West Memphis Three”, escrito por Mara Leveritt.


Em 5 de maio de 1993, três meninos - Steve Branch, Christopher Byers e Michael Moore -, todos de 8 anos, saem para passear de bicicleta, em West Memphis, no Estado de Arkansas, e desaparecem. 

Após intensas buscas, os corpos são achados num rio, nus, amarrados e com sinais de espancamento e tortura. Dias depois, três jovens são presos e acusados dos crimes e de ligação com rituais satânicos - Damien Echols, Jason Baldwin, e Jessie Misskelley Jr.. 


Após horas de interrogatório, Jessie confessa os homicídios e acusa os dois amigos. Nem mesmo as evidências contrárias e a falta de provas foram capazes de reverter a condenação do trio - Jessie e Jason pegam prisão perpétua e Damien Echols vai para o corredor da morte. 


Até mesmo a mãe do garoto Steve Branch, Pam Hobbs (Reese Witherspoon, de "Água Para Elefantes"), coloca em dúvida a investigação e a atuação da Justiça. E desconfia que os assassinos podem estar mais perto que imaginava.


Colin Firth ("Discurso do Rei") convence como o investigador particular Ron Lax, que tenta ajudar os advogados de defesa dos rapazes a provar a inocência deles. 

Para quem não lembra ou não acompanhou o caso, batizado de "Os Três de West Memphis", vale como um registro. O filme é bom, mas muitos fatos ficaram mal explicados pela complexidade do caso.

Ficha técnica:
Direção: Atom Egoyan
Distribuição: Paris Filmes 
Duração: 1h54
Gênero: Drama
País: EUA
Classificação: 14 anos
Nota: 2,0 (0 a 5)

Tags: Sem Evidências, Reese Witherspoon; Colin Firth; drama; Paris Filmes; fatos reais; Os Três de West Memphis; Cinema no Escurinho