quarta-feira, 23 de julho de 2014

"Planeta dos Macacos - O Confronto" é tão bom ou até melhor que o primeiro

Assustador? Então prepare-se para o confronto entre macacos e homens (Fotos: Fox Filmes/Divulgação)

Maristela Bretas

Não havia começado uma análise com uma nota até agora. Mas Andy Serkis (de "O Hobbit: A Desolação de Smaug"), interpretando o macaco Cesar merece um 10 e um Oscar por sua atuação em "Planeta dos Macacos - O Confronto" ("Dawn of the Planet of the Apes"). O filme estreia nesta quinta-feira (24) nos cinemas de BH, mas já desbancou várias outras estreias pelo mundo. E, com certeza, ele é um dos responsáveis pelo sucesso nas bilheterias.



E não é para menos, o filme é tão bom ou até melhor que o primeiro da nova safra - "Planeta dos Macacos - A Origem" (2011). Com mais ação, uma bela fotografia, boas atuações e efeitos especiais, o filme agrada bastante. Nem mesmo o tempo maior - 2h11 - atrapalha. 

As grandes estrelas são os macacos, ou melhor, seus intérpretes, como Toby Kebbell (excelente como Koba), Judy Greer (Cornelia), Karin Konovan (Maurice). Sem desmerecer Jason Clarke e Gary Oldman, vivendo papéis de humanos sobreviventes da quase extinção.

O diretor Matt Reeves soube conduzir bem o enredo, que reforça bons valores praticados pela agora organizada comunidade primata, tais como família, lealdade, lar e principalmente, união. Bom exemplo é a frase dita por alguns deles e ensinada na escolinha símia: "Macaco não mata macaco".


Dez anos após fugirem para as matas, o grupo de macacos geneticamente modificados, liderados por Cesar (Serkis), vive livre e em paz na floresta próxima a San Francisco, sem contato com os humanos. 

Estes enfrentam uma das maiores epidemias de todos os tempos, causada por um vírus criado em laboratório, chamado vírus símio. Os sobreviventes moram em fortalezas e estão em busca de energia para retomarem a normalidade.



Um grupo liderado por Malcolm (Jason Clarke, de "A Hora mais Escura") vai à floresta e tem o primeiro contato com os macacos e seu líder, numa situação nada amistosa.

Enquanto Dreyfus (Gary Oldman, de "Robocop"), líder dos humanos, quer atacar os primatas, Malcolm se torna amigo de Cesar e os dois se unem para tentar impedir o confronto de suas raças. 

Vale a pena conferir. "Planeta dos Macacos - O Confronto" é uma das grandes estreias do ano, exibida também na versão 3D digital.

                                                                                                                                           
                                              Galeria de fotos


Ficha técnica:
Direção: Matt Reeves
Produção: 20th Century Fox
Distribuição: Fox Filmes
Duração: 2h11
Gênero: Ação/Ficção
País: EUA
Classificação: 12 anos
Nota: 5 (0 a 5)

Tags: Planeta dos Macacos - O Confronto; Andy Serkis; Gary Oldman; Jason Clarke; Fox Filmes; ação, ficção; Cinema no Escurinho